Doação um Simbolo de Gratidão Parte 1

— O que é este fragmento do AMPLO EPM???

— Algo relacionado a manutenção de recursos humanos marginalizados pela sociedade.. Fala sobre deficientes visuais e doação de órgãos.

“Estavamos comendo uma comida estanha que eles chamavam de pizza, no que parecia uma reunião familiar.. Quando de repente podia sentir a dor que ela sentia… Agora que eu estava me acostumando com tudo aquilo…

Seus familiares, olharam assutados para mim ou melhor para o ser que eu hospedei….Cai, caimos no chão de dor, o que estava acontecendo? Minha ou nossa barriga doia muito…Minha nossa…!!

— Precisamos leva-la ao hospital..! — Mamãe, mamãe o que está acontecendo?! — A mamãe não está bem, leva o Pedro daqui agora Roberta!
— Certo.
Um homem me pegou no colo acessei as memórias dela rapidamente seu nome me parecia ser Fernando.

— Vem meu amor vou te levar para o carro.
Ele me carregou no colo eu gritava de dor

Uma idosa sentou do meu lado, e o Fernando ligou o tal do carro e deu partida.
— Filha o que vc está sentindo…?
— Dor aqui .– apontei para perto de nossa cintura, minha eu acho que confusão!    
 
— No rim?– Era esse o nome que davam?Pensei– Acho que sim respondi.

Fechei os olhos com a cabeça eu seu colo e tentei ignorar a dor.

 Depois um pessoal de branco me atendeu fizeram  alguns exames de fluidos corporais,  me deram uns negócios com gosto estranho dizendo que me fariam melhorar e me deixaram de repouso.
Foi neste dia que descobri, eu, no momento chamada Alana,  estava com o rim falhando, nós eramos diabéticas e prescisavamos de um transplante de órgãos urgente, ou morreríamos.  

A familia toda ficou em choque, a idosa, mãe de Alana, a criança bonita e chorona, o moço gentil chamado Fernando e a Roberta, a mais velha e rebelde.

— Frequentemente voltava ao hospital para fazer a chamada hemodialise, eu ficava conectada a uma máquina que limpava meu sangue pois o rim não cumpria mais tão bem está função, tinha de beber água frequentemente, evitar açucares, bebidas alcóoólicas e qualquer coisa ácida…Além de tomar diáriamente  injeções da chamada insulina para controlar a quantidade de açucar no sangue…

É parece que meu corpo tinha sido mal alimentado e cuidado por muito tempo e agora estava chegando seu prazo de validade antes da hora…Porque me hospedei nele então, seria curta minha missão?

Eu precisava de um doador urgente, mas não era única,  estava numa fila de espera com pessoas na mesma condição que a minha, ou até pior.

Este problema e o trauma de parecer uma retardada por fazer perguntas de coisas que devia saber, apenas  por estar passando por uma situação que minha espécie original nem sonharia, me fez querer registrar está experiência, tentando ve-la como uma escola um aprendizado, sabendo que é algo passageiro para não enlouquecer..

 Começei a pesquisar coisas na Grande Rede  com o tema bem objetivo como o Pedro me ensinou, (ele não me olhava como se eu estivesse louca a inocência infaltil era linda) “presciso de um rim” e encontrei um caso interessante ambientado no século XXI, numa rede bastante conhecida na época. Uma moça chamada Graziele ex fotográfa e estilista  que tinha ficado cega devido  a diabetes e prescisava de um transplante de rim e pâncreas para sobreviver. Ela era bem descolada namorava cuidava do filho pequeno, tinha amigos e participava de um evento chamado  Diálogo no Escuro na qual seu namorado, também cego, trabalhava .

Fiquei com certa vergonha, eu estava deprimida só  por prescisar de órgãos e não me toquei que tinha gente em situação bem pior e que lidava melhor com a própria vida…Sempre têm situações piores, pensar nisso me reconfortava, nisso e naquela famosa frase “Deus dá o frio conforme o cobertor” …

Ela tinha uma sensibilidade e força que impressionavam, citou o caso de um homem chamado Chiquinho Scarpa que quase enterrara seu carro de mais de 1 milhão de reais para fazer uma campanha a favor da doação de órgãos dizendo que todos os dias as pessoas enterram coisas muito mais valiosas sem saber o valor que elas têm… emocionante… A ação fez com que muitos começassem a doar órgãos…

Resolvi ajuda-la em sua luta pois passava a mesma coisa que eu e quem sabe não poderia me ajudar também..”

—  Percebeu  como uma pessoa influente com certa consciência pode ajudar a combater o vírus e até a ganhar mais por isso ?

— Este trecho ensina várias coisas ao mesmo tempo… Onde achou..?

— Um dos servidores perdidos do século XXI achado naquele sítio arqueológico perto da Serra da Cantareira.

— Serra da Cantareira??

— Continua…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s